• Maia

A importância de honrar e acolher nossa LUZ e nossa SOMBRA





Já faz alguns meses que conheci o conceito do "O Efeito sombra" e me apaixonei.

Livro do Deepak Chopra e Ken Wilber e também um documentário disponivel com legendas em português no Youtube. (encontre o link no fim do texto)

Luz e sombra são lugares do nosso subconsciente que quando acessamos, tem um papel fundamental no nosso processo de autoconhecimento.

Contudo, embora o autoconhecimento seja uma das mais enriquecedoras experiências humanas, essa é, também, extremamente forte e, por vezes, dolorosa, pois à medida que procuramos nossa luz encontramos também nossa sombra.

Luz e sombra são metáforas para dar sentido à nossa dualidade existencial. Há muitas teorias e filosofias que lhe dão outros nomes, talvez a versão mais conhecida dela venha da tradição oriental: o yin e yang. Todas essas versões duais nos fazem entender que somos, ao mesmo tempo, pessoas maravilhosas e pessoas ruins. Que somos seres iluminados, mas também sombrios.


Para resumir o conceito, a melhor descrição da natureza da sombra vem de Sigmund Freud: “Impulsos e sentimentos inaceitáveis são reprimidos e excluídos da percepção consciente, onde moldam sub-repticiamente a sua vida.” (*) sub-repticiamente = forma disfarçada ou escondida; disfarçadamente; dissimuladamente



Ter um lado sombrio não é possuir uma falha, é ser completo


Todos temos um lado sombrio, faz parte do que somos e está no inconsciente coletivo.

Normalmente cobrimos a sombra, ou nossos piores e destrutivos impulsos com o que Deepak Chopra chama de Névoa da ilusão.

Sobre isso, há uma frase extremamente útil para pensarmos. No livro Efeito sombra, Deepak Chopra afirma que: “O primeiro passo para derrotar nossa sombra é abandonar todas as expectativas de derrotá-la […] quem falar em vencer já perdeu”.

Isso ocorre porque fomos criados para acreditar que o “bem vence o mal”, mas quando falamos da constituição humana esse “mal” não é uma figura a ser derrotada, vencida, mas integrada, compreendida, já que ela nos constitui.


Não há vitória do bem contra o mal. Nesse caso, o bem jamais vencerá o mal, porque esse mal também faz parte de nós e precisamos integrá-lo em nosso ser. É um conflito que só se vence com a integração, nunca com a separação.


Somos luz, pois somos pessoas maravilhosas, incrivelmente capazes, bondosas, amáveis, inteligentes, iluminadas. Mas somos sombra, somos igualmente terríveis, cruéis, muito ruins e obscuros. São nossas polaridades e tudo na vida é dividido em ambiguidades.


Considere relacionar suas sombras com os “sete pecados capitais” que também podemos chamar de “as dores da alma”.

São elas:

• Orgulho • Preguiça • Raiva • Inveja • Gula • Luxúria • Avareza


Considerando que os “pecadores” precisam mais de autoanálise, reparação e tratamento do que condenação, repressão ou castigo.

Quem tem um mínimo de clareza identifica estas sombras em si e busca o equilíbrio, reconhecendo e trazendo a luz.

Aproveite para avaliar se você possui ou alguma vez na vida ja manifestou ao menos uma das seguintes características emocionais:


• Crueldade • Irresponsabilidade • Crítica • Ilusão • Medo • Preocupação • Vício • Solidão • Culpa • Mágoa • Egoísmo • Baixa estima • Rigidez • Ansiedade • Perda • Insegurança • Repressão • Depressão • Dependência


Conseguiu identificar alguma pitada de algo em você?

Caso positivo, como resolver isso?

Reconhecer sua sombra e tratá-la o coloca como ser integral em busca de equilíbrio.


Acolha e honre sua história


Por mais que tenhamos ao nosso lado pessoas que nos amem e tenham carinho por nós, elas apenas projetam tudo o que vivemos em nossa essência.

É nosso dever e nosso papel honrar tudo o que fizemos e passamos, pois só nós sabemos os sacrifícios que tivemos de fazer, os sentimentos que se instalaram em nosso peito, os pensamentos que surgiram em nossa mente, a vontade que tivemos de desistir de tudo, e mais ainda, a vontade que tivemos de continuar, de vencer um desafio após o outro, para nos tornarmos as melhores pessoas que podemos ser hoje.


É preciso lembrar sempre, sempre, sempre que todas as experiências pelas quais passamos passamos foram fundamentais para nos moldar, nos transformar, implementar as mudanças necessárias em favor das melhorias que precisávamos para crescermos de alguma maneira. Foram nossos erros, fracassos e frustrações, que nos ensinaram a levantar, lidar com as adversidades e dar a volta por cima.

Quando entendemos esta importância, passamos a nos enxergar com mais amorosidade, nossa história, sendo menos duras e nos culpando cada vez menos, já que passamos a saber que tudo o que fizemos e fazemos é o que está ao nosso alcance, utilizando os recursos internos e externos que temos no momento.


Mas como escapar da sombra?


O invés de tentar reprimir, esconder e rejeitar a sombra, o melhor caminho é reintegrá-la com o objetivo de melhorar a nossa saúde e clareza psicológica.

Gastamos muita energia escondendo a nossa sombra,ao invés de usá-la para nosso crescimento e transformação.

Abaixo algumas dicas de como você pode respeitar sua sombra e honrar sua propria história, para que assim alcance a plenitude que tanto almeja.

• Pare de projetar; • Desprenda-se; • Abra mão do julgamento pessoal; • Reconstrua seu corpo emocional;

Seja grata por todas as coisas que acontecem em sua vida diariamente;

Lembre-se , honre e respeite a história de sua família e onde você veio;

Quando se sentir desanimado, pegue papel e caneta e escreva a sua história de vida, para que lembre-se sempre de quem você é, o que fez até aqui e o que ainda vai fazer;

Evite se culpar e julgar excessivamente suas próprias ações, comportamentos e pensamentos;

Trabalhe seu eu interior para honrar e respeitar a história das pessoas ao seu redor, ouvindo-as na essência e evitando todo e qualquer tipo de julgamento;

Olhe-se no espelho e pratique o amor-próprio


Se animar clica aqui pra fazer o exercicio e descobrir sua LUZ e sua SOMBRA.


Abaixo mais materiais clicáveis pra fazer você refletir:


Filme "O efeito sombra".


E se você se animar a fazer o seu exercício e depois quiser se aprofundar sobre o tema, te recomendo este vídeo do Luiz Brites:


Vergonha do Meu Verdadeiro Eu? Baseado no Efeito Sombra.


Te recomendo, também, um vídeo famoso da Flávia Melissa,  que traduz tudo isso de forma muito natural:


"Incomodou? Doeu? Leva pra casa que é seu!"


Outro vídeo ótimo sobre o tema é do Arly Cravo:


"Fazendo as pazes com a sombra."

Outro vídeo inspirado no Efeito sombra, da Gisela Valin:


"Repressões, Perversões e Projeções"


Bons estudos e obrigada por ter lido até aqui

Vamos juntas nessa busca pelo autoconhecimento!


Com amor,


Maia

0 visualização
  • Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Pinterest
  • Tumblr Social Icon
  • Instagram

Copyright © Maia Inspira - Todos os direitos reservados

CNPJ: 20.048.308/0001-14

 maiainspira@gmail.com